Deus seja Louvado.
Portuguese Chinese (Simplified) Dutch English French German Hungarian Russian Spanish

Vivência no Oriente Médio

Flávio Biazim - 30/11/2016

02

 Um intercâmbio cultural para a Bélgica foi o ponto de partida que moldou a carreira profissional da ex-aluna Gabriela Prini Rafaldini. A mudança ocorreu em 2008, quando voltou da Europa decidida de seu desejo de trabalhar fora do país. Para isso, investiu em um curso de comissária de bordo e, após um ano, já estava contratada pela empresa de aviação Qatar Airways.  Através desta contratação, a história da ex-aluna mudou radicalmente, visto que precisou mudar-se para o Oriente Médio.

Atualmente morando em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, Gabriela veio até o campus da FUNVIC Mococa e compartilhou suas experiências com os alunos do ensino médio.

Suas palavras aos alunos foram relacionadas aos aspectos culturais, carreira profissional e principais diferenças entre os países. Disse ainda, como é a convivência em uma cultura tão diferente e as principais dificuldades encontradas. Para ela, a maior barreira foi o idioma (árabe), pois, segundo ela exige a te uma linguagem corporal distinta. Outro assunto interessante foi sobre a estrutura da família, com um núcleo familiar extremamente forte, unido pelo respeito aos velhos e onde a opinião feminina é muito respeitada.

Já sobre a vida da mulher na sociedade mulçumana, ressaltou que existem regras rígidas, mas muito do que se pensa é distorcido pela mídia: “a mulher vive na liberdade que ela escolhe, existem exceções em famílias mais tradicionais, que exigem o uso do véu e são forçadas a casar, mas em Dubai a sociedade é mais flexível”, completa Gabriela.

Outro tema levantado foi associado às diferenças sociais: o trabalho braçal é feito principalmente por indianos, paquistaneses e nepaleses, que são muito mal tratados e tem o passaporte confiscado pelos empregadores. Os ricos vivem outra realidade na sociedade, financiado recursos vindos do petróleo. Hoje com a crise do combustível fóssil, o modelo de negócio atual mais lucrativo é o turismo.

Para finalizar a palestra, deu dicas sobre o mercado de trabalho em sua profissão e incentivou os jovens a aprender outros idiomas e ter persistência em alcançar seus objetivos, sem medo errar e sempre acreditando em você. “Devemos investir em algo melhor pra nossa vida, pra nossa carreira, sem comodismos, buscando nosso sonho”, finaliza.

princ