Deus seja Louvado.
Portuguese Chinese (Simplified) Dutch English French German Hungarian Russian Spanish

Viagem cultural

Flávio Biazim - 21/10/2016

cima

 Alunos do 2º ano do ensino fundamental viajaram até a capital paulista para conhecer pontos culturais importantes na cidade. Localizados no parque do Ibirapuera, os jovens puderam ir até o Museu de Arte Moderna - MAM, o Planetário e, ainda, visitaram a 32º Bienal de Artes de São Paulo.

No MAM, apreciaram a exposição ”O útero do mundo”, onde cerca de 280 obras de 120 artistas contemporâneos mostraram através de pinturas, desenhos, fotografias, esculturas, gravuras e vídeos que o corpo aparece como lugar de expressão. O conceito da mostra foi extraído de três princípios da obra da escritora Clarice.

Já nas instalações da bienal, tiveram a oportunidade de ver trabalhos voltados às grandes questões sociais, políticas e ambientais. Sob o título Incerteza viva, a Bienal de São Paulo busca refletir sobre as atuais condições da vida e as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas: condições voltadas ao aquecimento global e seu impacto, a extinção de espécies e a perda de diversidade biológica e cultural, a instabilidade econômica ou política, a injustiça na distribuição dos recursos naturais, a migração global, entre outros.

O Planetário Ibirapuera Prof. Aristóteles Orsini reservou várias surpresas e a turma pode conhecer novos conceitos sobre como as estrelas de se comportam ao longo do ano e sua relação com as estações.

Para os professores que acompanharam os alunos, a visita foi extremamente produtiva, na verdade, uma imersão cultural ampla, que trouxe novas experiências. Luiz Antônio Scarparo Maciel, Ana Lúcia Pucciarelli e Carlos Henrique de Figueiredo, foram unânimes quanto ao sucesso da viagem e à percepção positiva percebida nos alunos. “Queremos tornar essa viagem cultural como parte do calendário de programações no ensino médio” comenta, animado, o professor de Artes, Maciel.

Experiências práticas são muito marcantes no imaginário dos adolescentes e faz-se necessário semear uma consciência educacional e cultural. O objetivo da viagem é despertar também essa ideia, ou seja, torná-los mais informados de seu papel na sociedade.

dois

Veja o álbum completo. Clique aqui.

Crédito fotos: prof. Maciel